quarta-feira, 21 de dezembro de 2011

"Meu pago é assim" de Luiz Carlos Molina


"Meu pago é assim" é a obra de estreia de Luiz Carlos Molina. Nela, o autor apresenta a rotina da vida campeira com o olhar de quem a viveu de dentro. Com sua linguagem direta, clara e constante Molina retrata situações e visões com as quais todos que lerem sua poesia poderão se identificar de alguma forma. Algumas de suas composições tomam a forma de contos, onde a história retratada e a sonoridade empregada fazem soar familiar o que é contado, sem que haja perda da veia poética.
Suas poesias vão de homenagens pessoais e casos reais até uma reflexão filosófica e sociológica da condição de vida do gaúcho campeiro e torna-se um resgate da cultura tradicionalista para o gaúcho urbano. Para estes, que talvez não estejam acostumados a alguns termos, "Meu pago é assim" traz um glossário que tem o mérito de ser uma descrição natural, de quem vive e convive com as coisas do campo, não caindo na armadilha de tentar ser erudito ou acadêmico em demasia.
A única ressalva a este trabalho é mostrar esta visão da vida real do campo em 23 poemas, deixando um gosto de 'quero mais', ao que esperamos, pelo que foi apresentado, que outras obras com esta forma de olhar e mostrar a tradição do Rio Grande do Sul em breve sejam apresentadas pelo autor.

Clique na figura para ampliar a capa de "Meu pago é assim":

Clique no vídeo para ouvir "Boliche", poesia integrante do trabalho:

Clique no vídeo para ouvir "Minha prenda", poesia integrante do trabalho:


Para entrar em contato com o autor:
Telefones (53) 3233-3956 ou (53) 9972-3132
MSN molinagluiz@hotmail.com
E-mail luizcarlos.molina@brturbo.com.br